Skip navigation

Só para relatar alguns factos dos quais não tenho achado qualquer piada:

01. A Reportagem da SIC sobre o desemprego/emprego (emitida dia 02/Março/2009) foi um autentico disparate, bem como o estudo do Ministério da Ciência e Ensino Superior.
Disparate da SIC porque:
– a Home Energy, não é nenhum prodígio do espírito empreendedor, nem fenómeno empresarial, nem uma história da Disney sobre o jovem empresário de sucesso, conforme a reportagem pintou. Se cresceu exponencialmente em 6 meses de existência (diziam na reportagem que existiam à meio ano), é porque pertence ao Grupo Martifer que está curiosamente ligado à construção e energia e, segundo os mesmos, as suas áreas de negócio são: “Construções metálicas”, “equipamento para energia”, “geração eléctrica” e “Agricultura e Biocombustiveis”.
– Uma reportagem que suporta apenas um ponto de vista é uma espécie de promoção/publicidade mascarada, uma espécie de Publicity, coisa que acontece bastante no Imagens de Marca.

Disparate do Ministério porque:
– O estudo que publicaram baseia-se numa ideia, também ela bem disparatada, de um par estabelecimento-de-ensino/curso, o que acaba por descredibiliza-lo, já que o próprio estudo, a certa altura, verifica que não existe uma relação entre esse par e o número de desempregados inscritos no centro de emprego.
– Grande parte dos dados carecem de estudos comparativos, pelo que não são nem próximos de se tornarem significativos e muito menos conclusivos.
– Quem faz o estudo não parece nunca andar na rua e reforça a ideia de que, dizer disparates gratuitos é coisa, infelizmente, abundante nos ministérios. Onde parece faltar até o senso comum.

02. Também nessa reportagem, mas já a sair deste universo da TV, notei que se começou a cristalizar publicamente a vontade que os engenheiros têm que lhes chamem de inteligentes. É, ao que parece, uma vontade de dominar totalmente esse conceito de inteligência e abriga-lo, com total exclusividade, no interior da área da engenharia. Estou a falar da entrevista a um dos fundadores (ou será ao fundador?) da Critical Software, que se fartou de repetir e dar ênfase às pessoas incrivelmente INTELIGENTES, cuja INTELIGÊNCIA querem aplicar ao desenvolvimento de software, não fosse a Critical Software uma empresa repleta de gente INTELIGENTE, que as torna ainda mais INTELIGENTES e procura constante outras pessoas com igual ou maior nível de INTELIGÊNCIA. Quem já falou com alguém da industria dos moldes, saberá que isto não é exclusivo da engenharia informática mas que é uma vontade de todos os engenheiros.
Coitados dos médicos, advogados, artistas, jornalistas, gestores, marketeers, professores, investigadores, cientistas, designers, empresários e, no fundo, toda a gente, que não tem direito nem detem sequer, essa tal de INTELIGÊNCIA. Segundo a Critical, por exemplo, se fossem realmente INTELIGENTES, estavam a desenvolver “tecnologias em que o sr. cliente pode confiar, para o sistema critico que o sr.cliente precisa” (:P). E se não estiverem a fazer isso, é porque, das duas uma, ou estão tristes no local de trabalho actual que não potencia a sua inteligência, ou então são uns grande idiotas.

03. As séries deviam ser mais honestas nos nomes. Até acho que deviam voltar a usar nomes como antigamente. Assim a E.R poderia ser chamada do Hospital do Amor ou a Sala de Urgências do Amor. Um nome bastante mais justo do que o actual e que servia na perfeição, entre muitas outras, à Grey’s Anatomy. Já que, pelo que vou vendo, hoje em dia tudo o que é série acaba por ser uma espécie de Barco do Amor com um cenário e personagens diferentes.

E é só para esta semana.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: